Digital representation
Digital representation thumbnail

Livros de Registos de Baptismo

Description level
Instalation unit Instalation unit
Reference code
PT/ADEVR/PRQ/PRL02/001/0001
Title type
Atribuído
Date range
1712-01-01 Date is uncertain to 1732-10-19 Date is uncertain
Dimension and support
1Lv. (85 fl.: 83 fl. ms. num., 2 fl. ms. não num.); encadernação em pergaminho.
Extents
1 Livros
Biography or history
Também denominada Nossa Senhora das Neves de Amieira.

O termo "amieira ou amieiro" que significa "árvore frequente nas terras húmidas", pode estar na origem do nome da Freguesia, devido à proximidade da água de vários ribeiros, da própria ribeira da aldeia e especialmente do rio Degebe. Esta designação natural pode ter passado a identificar o lugar, juntamente com a identificação sagrada, atribuída à Paróquia: Nossa Senhora das Neves da Amieira.

Desconhece-se a data da fundação desta povoação, embora no "Livro dos Bens de D. João de Portel" já se encontrem referências a uma "Amieira de Maura", no ano de 1263. A alusão a "de Maura" (Moura) deve-se ao facto de a povoação estar anteriormente dentro, ou muito perto, do termo daquela Vila, pois só com D. João de Aboim é que passou para o termo de Portel.

Provavelmente, a Freguesia de Amieira não passava, no século XIII, de um conjunto de herdades com os respectivos montes e só posteriormente terá surgido a povoação que hoje se designa por Amieira. Certo é que, no século XVIII, a Paróquia, tal como ainda hoje, encontrava-se afastada da povoação, tendo apenas por vizinhos alguns montes e entre ela e a aldeia uma ribeira pelo meio.

A primitiva igreja paroquial, de fundação medieval, já se encontrava em ruínas no princípio do séc. XVI, acabando por ser substituída pela actual em data posterior a 1534. O edifício de hoje é, também ele, resultado de profundas obras de remodelação executadas no séc. XVIII.

A maior parte das terras da Freguesia estavam inseridas na Coutada de Caça dos Duques de Bragança.

O orago é Nossa Senhora das Neves.
Acquisition information
Documentação transferida da Conservatória do Registo Civil de Portel a 20 de Novembro de 1998.
Scope and content
Contém registos de baptismo. No primeiro fólio, no fl. 43 v.º, no fl. 44 e no fl. 83 v.º constam declarações do pároco Manuel de Vargas Bravo, de 24 de Junho de 1734, destinadas aos seus sucessores com regras úteis e necessárias para a boa gestão da paróquia.
Documental typology
Papel e pergaminho
Arrangement
Cronológico
Access restrictions
Documentação de consulta livre
Conditions governing use
Reprodução condicionada devido ao seu estado de conservação
Physical location
lv. 4, cx. 1
Language of the material
Português
Physical characteristics and technical requirements
A encadernação está truncada. Os primeiros e últimos fólios estão fragilizados.
Other finding aid
Catálogo 2009
Type of container
Livro
Creation date
7/13/2011 12:15:41 PM
Last modification
1/3/2014 9:21:57 AM