Digital representation
Digital representation thumbnail

Livro de legitimações e reconhecimentos

Description level
Instalation unit Instalation unit
Reference code
PT/ADEVR/PRQ/PRL02/005/0002
Title type
Atribuído
Date range
1874 Date is uncertain to 1874 Date is uncertain
Dimension and support
1Lv. (10 fl.: 2 fl. ms. num, 8 fl. em branco num.); encadernação em cartão.
Biography or history
Também denominada Nossa Senhora das Neves de Amieira.

O termo "amieira ou amieiro" que significa "árvore frequente nas terras húmidas", pode estar na origem do nome da Freguesia, devido à proximidade da água de vários ribeiros, da própria ribeira da aldeia e especialmente do rio Degebe. Esta designação natural pode ter passado a identificar o lugar, juntamente com a identificação sagrada, atribuída à Paróquia: Nossa Senhora das Neves da Amieira.

Desconhece-se a data da fundação desta povoação, embora no "Livro dos Bens de D. João de Portel" já se encontrem referências a uma "Amieira de Maura", no ano de 1263. A alusão a "de Maura" (Moura) deve-se ao facto de a povoação estar anteriormente dentro, ou muito perto, do termo daquela Vila, pois só com D. João de Aboim é que passou para o termo de Portel.

Provavelmente, a Freguesia de Amieira não passava, no século XIII, de um conjunto de herdades com os respectivos montes e só posteriormente terá surgido a povoação que hoje se designa por Amieira. Certo é que, no século XVIII, a Paróquia, tal como ainda hoje, encontrava-se afastada da povoação, tendo apenas por vizinhos alguns montes e entre ela e a aldeia uma ribeira pelo meio.

A primitiva igreja paroquial, de fundação medieval, já se encontrava em ruínas no princípio do séc. XVI, acabando por ser substituída pela actual em data posterior a 1534. O edifício de hoje é, também ele, resultado de profundas obras de remodelação executadas no séc. XVIII.

A maior parte das terras da Freguesia estavam inseridas na Coutada de Caça dos Duques de Bragança.

O orago é Nossa Senhora das Neves.
Acquisition information
Documentação transferida da Conservatória do Registo Civil de Portel a 20 de Novembro de 1998.
Scope and content
Não contém registos de legitimações. Contém somente o termo de abertura, de encerramento e uma declaração do pároco em como no ano de 1874 não houve legitimações.
Documental typology
Papel
Arrangement
Cronológico
Access restrictions
Documentação de consulta livre
Conditions governing use
Livre
Physical location
lv. 84, cx. 4
Language of the material
Português
Physical characteristics and technical requirements
O livro está em estado razoável.
Other finding aid
Catálogo, 2009
Type of container
Livro
Creation date
8/9/2011 2:20:24 PM
Last modification
8/29/2011 11:36:41 AM