Processo de habilitação “de genere” de Eugénio de Torres Branco, filho de Gaspar Gonçalves e de Maria Torres, natural de Benavente, para ser admitido a prima tonsura, a ordens menores e ordens sacras.

Description level
File File
Reference code
PT/ADEVR/FE/DIO-CEEVR/A/002/01254
Title type
original
Date range
1712 Date is certain to 1719 Date is certain
Dimension and support
1 proc. (232 fls.), em papel e pergaminho.
Scope and content
Quando se fizeram as inquirições “de genere”, da parte materna do habilitando, foi acusado que tinha raça de judeu, feitas novas inquirições “de genere” não ficou provado o impedimento.

Constam inquirições “de genere” que se fizeram na cidade e Bispado de Leiria, na cidade e Arcebispado de Lisboa, na cidade de Miranda e inquirições de “vita et moribus” que se fizeram na vila de Benavente e cidade de Évora, a favor do habilitando, por requisitórias e comissões do Dr. José Borges de Barros e do Dr. Manuel Álvares Cidade, provisores das justificações “de genere” do Arcebispado de Évora; Breve Apostólico de extra têmpora, do Papa Clemente XI, para todas as ordens sacras (em pergaminho); Carta de adito para a Igreja Matriz da vila de Benavente; o processo de património que contém, entre outros documentos, a escritura de dote para ordens sacras que fez a si mesmo o habilitando e as diligências de visita e avaliação do mesmo, o edital de património afixado na Igreja Matriz de Benavente.



Access restrictions
Documento de consulta livre.
Physical location
Proc. nº 1254, Mç. nº 70
Language of the material
Português
Physical characteristics and technical requirements
Encontra-se fragilizado. Os últimos fólios possuem manchas de humidade e encontram-se corroídos pela mesma. Possui fólios queimados pela acidez da tinta.
Creation date
2/1/2011 12:00:00 AM
Last modification
4/20/2012 2:42:17 PM